Obstrução intestinal

A obstrução intestinal (figura 1) ocorre quando há parada de progressão do conteúdo intestinal. Seu conteúdo pode ser composto por fezes sólidas, secreções intestinais, gás e microbiota. É classificada como total quando o obstáculo ocupa a luz e impede totalmente a passagem do conteúdo intestinal e parcial quando o obstáculo reduz a luz, porém algumaContinuar lendo “Obstrução intestinal”

Estenose aórtica

A estenose aórtica (imagem 1) é uma valvulopatia caracterizada pela dificuldade de abertura da valva durante a sístole. As principais causas são válvula bicúspide (imagem 2), doença reumática e calcificação (imagem 2), sendo a primeira mais comum em indivíduos com menos de 70 anos e a última em indivíduos com mais de 70 anos. FisiopatologiaContinuar lendo “Estenose aórtica”

Regurgitação aórtica

A regurgitação ou insuficiência aórtica (figura 1) é classificada como uma valvopatia regurgitante, assim como a regurgitação mitral. Ela ocorre quando a válvula aórtica possui dificuldade de fechamento na diástole. As causas crônicas mais comuns são válvula bicúspide (figura 2) e doença reumática (figura 3) e a causa aguda mais comum é o trauma. OutrosContinuar lendo “Regurgitação aórtica”

Embolia pulmonar

A embolia pulmonar (figura 1) é uma complicação da trombose venosa profunda, que normalmente acomete as veias mais profundas e proximais dos membros inferiores. Na trombose venosa profunda há um trombo sanguíneo alojado em determinada veia. Esse trombo pode ser formado através da lesão endotelial por comorbidades, como hipertensão arterial sistêmica e dislipdemias, por estaseContinuar lendo “Embolia pulmonar”

Síndrome coronariana com supra ST

É um conjunto de manifestações clínicas devido à oclusão total de um vaso sanguíneo por um trombo (figura 1). Esse grupo inclui o infarto agudo do miocárdio (IAM) com supra do segmento ST. Assim como no IAM sem supra do segmento ST, há elevação dos marcadores de necrose. A mioglobina normalmente se altera mais rápidaContinuar lendo “Síndrome coronariana com supra ST”

Síndrome coronariana aguda sem supra ST

É caracterizada por um conjunto de manifestações clínicas consequentes da oclusão parcial de um vaso sanguíneo  por um trombo. Esse grupo de síndrome coronariana inclui a angina instável e o infarto agudo do miocárdio (IAM) sem supra. Fisiopatologia A placa aterosclerótica instável presente no vaso sanguíneo se rompe, ativa o sistema de coagulação e asContinuar lendo “Síndrome coronariana aguda sem supra ST”

Trombose venosa profunda

A trombose venosa profunda (TVP) consiste na coagulação patológica no interior de uma veia profunda, sendo mais comum nos membros inferiores, principalmente na panturrilha. O quadro normalmente possui evolução aguda, unilateral e progressiva, podendo começar na panturrilha e ascender em direção proximal até atingir as veias femorais ou intrapélvicas. Sua evolução costuma ser desfavorável, comContinuar lendo “Trombose venosa profunda”

Pericardite

O pericárdio é a estrutura que envolve o coração em sua maior área, exceto o átrio esquerdo. Ele é dividido em três partes, sendo elas a visceral, serosa e parietal. A pericardite pode estar presente como um quadro agudo ou como um quadro crônico, normalmente associado com doenças autoimunes. Na maioria das vezes possui umContinuar lendo “Pericardite”

Queimaduras: como prosseguir?

As queimaduras são lesões que acometem os tecidos devido à algum trauma elétrico, químico, térmico ou radioativo. O acometimento pode ser parcial ou total na pele e seus anexos. Classificação quanto à profundidade das lesões Primeiro grau – atinge somente a epiderme Segundo grau – atinge também a derme Terceiro grau – atinge totalmente aContinuar lendo “Queimaduras: como prosseguir?”

Câncer de pulmão

Introdução É uma doença muito freqüente, que acomete mais indivíduos do sexo masculino do que feminino, com maior freqüência entre os 50-60 anos, sendo raro antes dos 40 anos de idade. A principal causa é o cigarro e isso foi comprovado pelo fato de o pico da doença ter sido primeiro em homens, no períodoContinuar lendo “Câncer de pulmão”