Câncer de Próstata

A próstata é um pequeno órgão que compõe o sistema geniturinário masculino. Situa-se logo abaixo da bexiga e tem o tamanho de uma noz, com a idade pode sofrer um aumento de tamanho agravando em desconforto e alguns sintomas, ou não, que podem ser sinal de câncer.

Apesar de ser considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos, o conhecido exame de próstata é recomendado a partir dos 40 ou 45 anos (há variações na literatura).

O que é

A próstata é um pequeno órgão que compõe o sistema geniturinário masculino. Situa-se logo abaixo da bexiga, e tem como função o armazenamento e excreção de um fluido claro que compõe o sêmen. Por sua localização, é importante saber que há uma pequena parte da uretra envolta pela próstata, por isso, o aumento pode gerar desconforto durante a micção (urinar).

É um câncer que possível metástase, ou seja, pode se espalhar para outros órgãos e nesse caso são comuns em ossos e linfonodos.

Causas e fatores de risco

– Seu risco aumenta com a idade;

– Histórico familiar também é um fator envolvido, quanto mais próximo o parentesco, maiores são as chances de desenvolvimento. O que possibilita a ida regular para consulta e realização de exames para que seja identificado o quanto antes;

– Níveis hormonais podem variar para cada indivíduo e idade;

– Mais comum em negros e hispânicos

– Ambiente inserido pode variar sobre o lugar onde vive.

Sinais e sintomas

Muitos casos podem ser assintomáticos, até causar sangue na urina e dor à micção (podendo levar anos para ocorrer). Quando chega a esse ponto, é cada vez mais difícil de curar. Alguns sintomas são:

  • Dificuldade de urinar
  • Incontinência urinária
  • Dor à micção
  • Necessidade de urinar maior que de costume

Atenção: se houver algum desses sintomas persistentes, procure seu médico ou o posto de saúde mais próximo!

Diagnóstico

É necessário um diagnóstico clínico de um médico especialista a partir do exame de próstata, o qual com a dificuldade dos homens em aceitar fazê-lo, se torna cada vez mais tardia a identificação e mais difícil a cura. Pode ser confundido com Hiperplasia Prostática Benigna (HPB), por seus sintomas semelhantes. Porém, o tratamento e conduta podem ser diferentes.

São feitas algumas triagens pela preferência do médico especialista, podem ser feitos:

  • Toque retal
  • PSA (por exame de sangue)
  • Biópsia
  • Ultrassonografia

Alguns estudos vêm aprimorando o método de exame de amostras da urina, o que promoveria uma maior adesão do publico masculino. Mas ainda não se tem um prazo para dizer que é o melhor método a ser utilizado.

Classificação

A classificação de Gleason, é a mais comum e utilizada para avaliar seu prognóstico. É baseado de acordo com o arranjo das células prostáticas.

  • Grupo de grau 1 = Gleason 6 (3+3)
  • Grupo de grau 2 = Gleason 7 (3+4)
  • Grupo de grau 3 = Gleason 7 (4+3)
  • Grupo de grau 4 = Gleason 8
  • Grupo de grau 5 = Gleason 9 e 10

Quanto maior o Grau, mais grave e maior chance de se espalhar (metástase). Seu resultado deve ser sempre encaminhado para o médico especialista.

Tratamento

Pode ser cirúrgico, com a retirada da próstata. Pode ser utilizada para casos mais graves ou até mesmo para evitar possíveis complicações.

A radioterapia também é utilizada, de forma que diminua ou extermine o câncer. Pode ser utilizado também a terapia hormonal. Entretanto, é importante frisar a importância da relação com o médico, deve ser sempre confiável e de maneira que encontrem o melhor tratamento.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: